terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

O Mestre da Guilhotina Voadora [1975] - Porradaria oriental tosca e excelente!

Atenção! Post (relativamente) longo! Não diga que não avisei!

No mesmo sábado que eu assisti Junk, juntamos o pessoal aqui em casa, de noite, pra ver algum filme. Deixamos pra escolher na hora. Como íamos ver no dvd mesmo, as opções reduziram bastante. Escolhemos assistir O Mestre da Guilhotina Voadora, que eu tinha comprado há muito tempo e não tinha assistido ainda!

Sinopse:
"Fu Sing Wu Chi é o mestre cego de dois assassinos, mortos pelo boxeador de um braço só. Ele também é o mestre da mais perigosa de todas as armas, a guilhotina voadora. Ao receber a notícia da morte de seus discípulos, parte para a vingança, matando todos os homens de um braço só que encontra pela frente."




O filme começa mostrando um velho cego, que vive isolado no meio de umas montanhas. Ele recebe uma notícia através de um pombo correio, que diz que seus discípulos foram assassinados pelo lutador de uma só mão, e o velho tem que vingá-los. O ancião é o tal mestre da guilhotina voadora, uma arma extremamente mortal! É como um chapéu de apicultor preso em uma corrente, com lâminas por fora e por dentro. Quando é arremessada, ela se encaixa na cabeça da pessoa, e quando é puxada, leva a cabeça do dito cujo junto! Se por acaso não acertar o alvo, as lâminas que ela tem por fora podem fazer um belo estrago também. E o melhor, é totalmente portátil, como aqueles guarda-chuvas de mulher que vão se dobrando pra caber na bolsa.

Bem, o velho fica puto da cara, arranca umas cabeças de uns bonecos e de uma galinha que passava por ali! Enlouquece de vez e bombardeia a casa com várias bombinhas-ninja, que fica pegando fogo enquanto o velho vai atrás do assassino de seus discípulos, caminhando pelas montanhas.

Então aparece o tal boxeador de um braço só. Ele é um professor de kung fu, e fica mostrando suas grandes habilidades pros alunos. Primeiro, faz com que os caras fiquem nas posições certas pra lutar, depois ensina a pular e correr na borda de um cesto de vime vazio, e por fim, mostra como voar! Na verdade, ele não sai voando mesmo, ele "só" caminha pelas paredes e pelo teto hehehe.

Enquanto isso, um outro velho resolve organizar um torneio de artes marciais, com diversos lutadores dos mais variados estilos. Um lutador tailandês aparece com sua dancinha altamente tosca e sua flauta bizarra, e exige participar do torneio, conseguindo fazer a inscrição depois de mostrar suas habilidades de quebrar tijolos de concreto no chute.

Mais adiante, de volta a escola de artes marciais, o lutador de uma mão recebe um convite pra o torneio, mas decide não lutar, pra não aparecer muito. Mas ele acaba indo para assistir as lutas de seus alunos.

O mestre da guilhotina volta a aparecer, chegando num restaurante. O velho é cego mas enxerga melhor que qualquer um! Fica lá almoçando tranquilo quando escuta alguém dizendo que é o famoso lutador de uma mão só. Até esse ponto do filme não dá muito bem pra saber quem é o vilão e quem é o mocinho... Então o mestre não pensa duas vezes, arremessa a guilhotina e arranca a cabeça do cara! Ele "vê" que não é a pessoa que ele tava atrás, mas não dá a mínima pra isso, simplesmente continua sua busca. Então vemos que o Mestre da Guilhotina Voadora é um assassino desgraçado e muito foda!

Em seguida tem início o torneio, que é muito massa! Pancadaria trash sem parar! São diversas lutas, com vários lutadores com nomes bizarros e ténicas e estereótipos mais bizarros ainda. É possível ver que isso serviu de inspiração direta pra jogos de luta clássicos, como Mortal Kombat e Street Fighter. Tem um personagem que é certamente de onde surgiu a inspiração para o desenvolvimento do Dhalsim, o cara é um indiano que estica os braços!!!

Em uma das lutas, o participante é um lutador sem um braço (como tinha gente desmembrada na China medieval!) que acaba também decapitado pelo velho maldito, que mais uma vez percebe que a vítima não é a que ele estava buscando. Quando acontece isso, o torneio vira uma confusão, com o organizador sendo assassinado pelo mestre da guilhotina, que enche o lugar de bombinhas ninja.

O lutador de um braço só (o verdadeiro) foge de volta pra sua escola, onde fica escondido. Ao saber da fama do cara, vários lutadores vão até lá pra confrontá-lo, mas acabam se dando mal. Até o "Dhalsim" tenta encarar, mas não é páreo.

O tailandês leva o velho da guilhotina até a escola pra matar o herói sem braço, que foge e resolve criar um plano pra se livrar dos inimigos.

Enquanto está sentado em um riacho trovando a filha do finado organizador do torneio, o lutador sem braço observa um trabalhador pau-ferro tentando cortar taquara com seu machado. O lenhador não consegue cortar o bambu, e a cena se repete várias vezes dele olhando pra lâmina do machado impressionado. O lutador desbraçado então percebe que o bambu é capaz de de quebrar as lâminas da guilhotina! O grande plano consiste em instalar vários dispositivos que não dá pra entender o que são numa funerária e plantar taquaras no pátio de uma casa/esconderijo, para tentar destruir a arma.

Pra se livrar do tailandês degraçado que só luta de pés descalços, ele cria uma armadilha. Troca o piso da casa por chapas de metal, atrai o cara lá pra dentro, manda meter fogo embaixo da casa e fica lutando com ele lá dentro, fazendo com que o magrão fique todo queimado, enquanto ele, usando sapatos, fica bem.

No confronto final entre o Lutador de Um Braço Só e o Mestre da Guilhotina Voadora, a arma tem grande parte de sua função destruída, quando fica com os dentes de arrancar cabeças todos carcomidos. Mas ainda é letal, com as lâminas que tem por fora. Como o velho "enxerga" muito bem com a audição, o sem-braço leva ele pra tal funerária onde tinha instalado os aparatos. Lá, ele libera um monte de pássaros, que fazem bastante barulho e deixam o velho desnorteado. Então as armadilhas entram em ação, atirando machadinhas contra o Mestre. O velho é foda e segue lutando com machados cravados no peito, mas chega uma hora que tomba.

Considerações finais: O filme é MUITO BOM! Filmaço mesmo! Muita porradaria, sangue e tosqueira. Pra ter ideia, é possível ver claramente o braço escondido do segundo lutador sem braço que aparece no filme. E em uma cena da luta dele, o cara deixa a mão escapar pela camiseta! Hilário! Os efeitos sonoros do filme são muito engraçados também, acho que os produtores tinham pouquíssimos sons pra usar nas lutas: soco no ar, soco acertando, espadas e o som da guilhotina sendo arremessada.

É um filme de ação atrás de ação, sem dar ênfase na história, e é muito divertido! Assistam!


ps: descobri que o filme é uma sequência, e o primeiro filme mostra a história dos discípulos do Mestre da Guilhotina sendo mortos pelo Boxeador de Um Só Braço. Esse também já está na lista de filme para ver em breve!

5 comentários:

  1. Acho necessário comentar que o One-Armed Boxer descobre que o bambu pode quebrar os dentes da guilhotina voadora após, sentado numa pedra acompanhado da filha do organizador do torneio (já morto), ver um cortador de bambu sofrer pra conseguir quebrar um pedaço sequer com o seu machado.

    A cena em que ele fica observando o cortador de bambu olhando pro bambu e pro machado repetidamente como se não acreditasse no 'bambu-ferro' é genialmente engraçada.

    ResponderExcluir
  2. Cara, é verdade! Acabei de escrever o post vários dias depois de assistir o filme, não lembrava disso... Valeu pela lembrança, vou editar!

    ResponderExcluir
  3. Mais sobre este filme aqui:

    http://blogdoantonicodaigreja.blogspot.com/search?q=guilhotina

    ResponderExcluir
  4. Onde Acho O Filme: A Guilhotina Voadora?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se o filme que tu procura é O Mestre da Guilhotina Voadora, eu achei em DVD, mas creio que está fora de estoque há um bom tempo. Deve ter no Mercado Livre.

      Excluir